Hospital do Idoso recebe 40 voluntários para atividades com pacientes

Postado em Assessoria de Imprensa

Eles chegaram: os 40 voluntários que vão atuar no Hospital do Idoso Zilda Arns (Hiza) foram recebidos no auditório da instituição nesta segunda-feira (31/7) para o curso de capacitação, última etapa antes de começarem a atuar para valer, a partir desta terça-feira (1/8).


As 15 vagas para voluntários foram ofertadas no início de junho, mas o interesse em colaborar sem nada em troca foi gigante. Foram necessários dois meses para receber 470 inscrições feitas via internet e fazer as entrevistas para selecionar os 40 voluntários para atividades de apoio ao hospital.

Nesta terça-feira, o grupo começa a exercer as tarefas de acolhida e orientação de pacientes e visitantes; acompanhamento de pacientes para exames e passeios no bosque do hospital; visitas de escuta e presença; contação de histórias, encenações lúdicas e visitas religiosas. Uma cabeleireira também está entre os voluntários.

O projeto nasceu de demandas identificadas pelo Setor de Serviço Social do Hospital do Idoso para valorizar o relacionamento humano. “Ficamos felizes com o interesse de tantas pessoas, temos um grupo bastante disposto em contribuir. Alguns vêm de longe, de Mandirituba, de Fazenda Rio Grande, alguns já faziam trabalhos voluntários, outros terão no Hospital do Idoso sua primeira experiência”, destaca a coordenadora de Voluntariado, Valéria Azevedo. “Acreditamos que o trabalho voluntário vai contribuir com o processo de humanização hospitalar por meio do contato cordial, acolhedor aos pacientes e acompanhantes.”

Na capacitação, os novos voluntários foram recebidos por representantes de todas as equipes de assistência envolvidas com o projeto, aprenderam sobre as rotinas do hospital, a humanização no atendimento, precauções e cuidados no ambiente hospitalar, saúde da pessoa idosa e suas especificidades, conheceram todas as dependências da unidade e foram vacinados contra a gripe.

Também receberam jalecos de voluntários, assinaram o termo de adesão ao programa e foram apresentados aos funcionários “padrinhos”, aqueles aos quais poderão recorrer em caso de dúvidas em cada setor do hospital.

A bancária Marlise Trovo Schusarz, 42 anos, estava ansiosa para começar o trabalho. Pela primeira vez ela vai atuar em um ambiente hospitalar. “Venho me preparando para lidar com as emoções das pessoas que estão internadas aqui. Essa capacitação é fundamental, são muitos aprendizados, desde coisas básicas como a higienização para evitar contaminações”, conta Marlise.  “Acredito que o principal é a disposição para escutar o que essas pessoas têm para dizer. Muitas vezes, ser escutado é o que as pessoas mais querem.”

Os voluntários vão atuar de segunda a sexta-feira, em média por quatro horas semanais, no programa coordenado pelo setor de Serviço Social.

Mais voluntários

O Hospital do Idoso completou cinco anos em março e tem outras ações voluntárias, como os cultos ecumênicos promovidos por voluntários das igrejas luterana e católica. O Tutores do Riso reúne profissionais e estudantes da área da saúde, que alegram o dia a dia de quem luta contra doenças em visitas mensais. A ong Projeto Amigo Bicho leva descontração e carinho aos internos, com seus animais treinados e higienizados para a visita que dura uma hora.