Error: Only up to 6 modules are supported in this layout. If you need more add your own layout.

Colegas do Hospital Vitória falam sobre rotina de combate à pandemia

Escrito por Fernanda Luvizotto. Postado em Assessoria de Imprensa

O assistente administrativo Robson Aires é um dos colaboradores da nova unidade da fundaçãoAjudar no combate ao coronavírus foi o que motivou o assistente administrativo Guilherme Mello a se transferir do Hospital do Idoso para a ala clínica do Hospital Vitória, reaberta pela Prefeitura de Curitiba no dia 5/6 e administrada pela Fundação Estatal de Atenção à Saúde (Feas).
 
“É um momento muito delicado que estamos passando e uma honra fazer parte da equipe”, diz Guilherme, na Feas desde 2012. A unidade reativada do Hospital Vitória atende exclusivamente a casos suspeitos e confirmados de Covid-19. 
 
O engajamento é geral. “Somos todos novos lá [Hospital Vitória]. Tenho aprendido muito a rotina do trabalho e me sinto também na linha de frente no combate a esse vírus tão destrutivo”, conta o assistente administrativo Robson Aires Onofre, que trabalha na rouparia.
 
Assistência
 
“Todos os processos assistenciais foram pensados para garantir a segurança de profissionais e pacientes, com o foco na humanização”, destaca o enfermeiro Bruno Henrique de Mello, coordenador da UTI do Vitória. Segundo ele, é um desafio dar suporte no atendimento durante a pandemia.
 
“Muitos treinamentos foram realizados ao longo do processo de implantação da ala clínica e seguimos com um cronograma de ações e capacitações constantes porque o foco é garantir a segurança desses profissionais que estão na linha de frente”, reforça Bruno. 
 
Esse suporte aos profissionais surpreendeu a técnica de enfermagem Josiane Santana. “Sabemos da dificuldade que é começar um serviço do zero e a abertura para o diálogo facilita o engajamento das equipes”, afirma.
 
“É um desafio gratificante em atuar junto ao SUS nesta busca em salvar um maior número de vidas”, relata a enfermeira da UTI Priscila Schuneman de Lima. 
 
Estrutura 
 
A ala clínica do Hospfital Vitória conta com 140 leitos - 120 de enfermaria e 20 de UTI. Eles serão ativados de forma escalonada, de acordo com a demanda. 
 
A reabertura da ala de internação foi possível a partir de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Curitiba e o UnitedHealth Group Brasil, dono da operadora Amil e do grupo médico-hospitalar Americas Serviços Médicos.
 
O grupo empresarial, dono das instalações, cedeu a ala que estava fechada, em contrato de comodato para a Prefeitura de Curitiba válido até o dia 31/12/2020.