Error: Only up to 6 modules are supported in this layout. If you need more add your own layout.

Parceria garante 140 novos leitos exclusivos para covid-19 em Curitiba

Postado em Assessoria de Imprensa

A partir desta sexta-feira (5/6), às 15h30, a Prefeitura reabre a ala de internação do Hospital Vitória, localizado na CIC, para atendimento exclusivo de pacientes do SUS com covid-19 em Curitiba. Serão disponibilizados 140 leitos - 120 de enfermaria e 20 de UTI. Eles serão ativados de forma escalonada, de acordo com a demanda. Nesta primeira fase, serão abertos 30 leitos do total, sendo dez de UTI.
Fotos: Guilherme Wille
 
A reabertura da ala de internação foi possível a partir de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Curitiba e o UnitedHealth Group Brasil, dono da operadora Amil e do grupo médico-hospitalar Americas Serviços Médicos. O grupo empresarial, dono das instalações, cedeu a ala que estava fechada, em contrato de comodato para a Prefeitura de Curitiba válido até o dia 31/12/2020. 
 
Esta ala de internamentos do hospital não funcionará com “portas abertas”, o que significa dizer que não haverá atendimento de pronto-socorro para pacientes do SUS no local. Os pacientes serão encaminhados para o hospital pela Central de Regulação de Leitos do município, que organiza a distribuição em toda a rede SUS.
 
Pacientes com sintomas da covid-19 em Curitiba devem entrar em contato com o telefone (41) 3350-9000 ou, em casos de urgência, procurar uma das nove UPAs da capital. 
 
"Este hospital é uma mostra de que parcerias sólidas para o enfrentamento da covid-19 resultam em melhorias para a gestão da saúde pública de Curitiba", disse o prefeito Rafael Greca. “Juntos, vamos vencer as dificuldades causadas pelo novo coronavírus." 
 
De acordo com a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, ao poder contar com uma estrutura já montada cedida pela iniciativa privada, o município ganha tempo e eficiência nos investimentos em saúde.
 
“Em vez de termos que montar um hospital de campanha, poderemos contar com uma estrutura adequada já pronta”, diz. 
 
O CEO do UnitedHealth Group Brasil, José Carlos Magalhães, salientou a importância da parceria e do compromisso com Curitiba. 
 
“Como uma das lideranças em saúde do país, acreditamos que a união de esforços é um caminho para fazer com que o sistema funcione melhor para todos. Por isso temos feito parcerias como a de Curitiba, para apoiar a saúde pública por meio da habilitação de leitos hospitalares, incentivo à produção de equipamentos e testes de diagnóstico, além de suporte social”, disse ele. 
 
Pela parceria, a Prefeitura fica autorizada a utilizar as instalações de internação do hospital exclusivamente para atendimentos relacionados ao coronavírus, arcando com o custeio de uso do espaço e pelos profissionais que trabalharão no local.
 
Ao todo, quando os 140 leitos estiverem em funcionamento, 384 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, assistentes sociais, psicólogos, fonoaudiólogos, além de auxiliares administrativos, atuarão no Hospital Vitória. Nesta primeira fase serão 192. Eles já foram contratados recentemente pela Prefeitura de Curitiba e pela Fundação Estatal de Atenção à Saúde (Feas). 
 
Plano de Contingência 
Curitiba conta com um plano de contingência para o enfrentamento do novo coronavírus que inclui a criação de leitos exclusivos para o atendimento de pacientes com covid-19. Os leitos que estão sendo ativados no Hospital Vitória já fazem parte deste planejamento, que vem sendo executado de forma escalonada desde o fim de janeiro, quando os casos apareceram na Europa.
 
O plano de contingência contempla a abertura de 227 leitos de UTI na capital e mais 607 leitos de baixa complexidade em toda a rede do município. Esses leitos se somam à toda a rede pública e privada do município, que já contava com 5.623 leitos, sendo 761 de UTI.  
 
Ouça o podcast sobre a abertura da ala de internação do Hospital Vitória: