Share |

Campanha busca ampliar conscientização sobre importância da higienização das mãos

Escrito por Fernanda Luvizotto. Postado em Assessoria de Imprensa

 

Em razão da pandemia, lavar as mãos com água e sabão ou álcool em gel tem sido uma constante. No ambiente hospitalar, a higienização das mãos é a uma das medidas para evitar a contaminação da Covid-19 pelos profissionais e a principal forma de combater às infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS), quarta maior causa de morte no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).


No mês de maio, mais duas datas importantes marcam o calendário voltado aos profissionais de saúde: o Dia Mundial da Higiene de Mãos, no dia 5, e o Dia Nacional do Controle de Infecções, no dia 15. 


“Além da higienização de mãos, a desinfecção correta dos materiais e uso adequado de EPIs são medidas de prevenção e controle de infecções”, explica Fernanda Chueire, enfermeira do Serviço de Controle de Infecções Hospitalares (SCIH) do Hospital Municipal do Idoso.


Ela destaca a importância do envolvimento de todos os profissionais no combate às IRAS, não só o SCIH. “Nosso setor orienta e organiza, mas a equipe assistencial é a principal aliada no combate às infecções porque tem contato direto com o paciente”. 


O SCIH informa que a campanha de higiene de mãos, desenvolvida anualmente com ações  lúdicas e in loco nos postos, foi postergada em razão da pandemia. Em breve divulgará novas datas.