Share |

195 funcionários da Feaes precisam atualizar dados para eSocial

Escrito por Adriana Brum. Postado em Assessoria de Imprensa

Cerca de 195 funcionários da Feaes estão sendo notificados pelos seus gestores imediatos sobre a necessidade de atualizar seus dados cadastrais.

A atualização deve estar completa até 10 de outubro e a solicitação é que seja corrigida alguma divergência entre os dados informados à Fundação e o que está cadastrado nos órgãos oficiais nacionais, como Previdência Social e Receita Federal.

Essa correção é necessária para que a Feaes possa seguir com o processo de implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, eSocial.

 

O que é o eSocial

 A partir de 1º de janeiro de 2019, será obrigatório que todos os órgãos públicos transmitam ao Governo Federal as informações relativas aos seus  trabalhadores em um sistema único, o eSocial.

Entre essas informações, estão vínculos empregatícios, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais, informações sobre o FGTS.

“A colaboração dos funcionários é fundamental. Por isso, aqueles que foram notificados da necessidade de alguma regularização, devem providenciá-las o quanto antes”, destaca o gerente da Controladoria da Feaes, Rodrigo Mendonça de Moraes. “Apenas um dado de um colaborador divergente é o suficiente para travar a transmissão de dados para o eSocial de toda a Fundação”, alerta.

O objetivo do Governo Federal com a implantação do eSocial é a unificação dos dados do trabalhador, garantindo a ele seus direitos trabalhistas e previdenciários.

 

Pente fino

Há um ano, uma equipe foi formada na Fundação para adaptar os processos para a transmissão de dados unificadas no eSocial. Esse grupo tem conferido informações como nome completo, data de nascimento, CPF, número de inscrição social (NIS) informados pelos 2.023 colaboradores à Feaes e confrontando com a base de dados dos órgãos ligados ao eSocial.

“Encontramos divergências nas informações cadastrais de cerca de mil colaboradores ativos, que já foram atualizadas. Baixamos para menos de 200 e precisamos zerar esse número até o início de outubro”, reforça Moraes.

 

Como atualizar os cadastros

A equipe de Recursos Humanos da Feaes tem encaminhado aos gestores uma lista com os nomes dos colaboradores que precisam atualizar dados cadastrais junto a órgãos federais. Nesse contato, consta os dados que precisam ser corrigidos e como proceder para a alteração.

Os gestores, por sua vez, estão notificando pessoalmente seus funcionários. Entre os itens mais comuns são a necessidade de atualização estão nome na Receita Federal ou alguma divergência nos números do CPF ou do NIS.

Ao ser notificado, é importante que o colaborador já providencie o pedido de mudança junto ao órgão responsável, visto que em alguns locais as alterações não são imediatas.