Share |

Maternidade Bairro Novo ganha ambulatório de inserção de DIU

Postado em Assessoria de Imprensa

Foto: Luiz Costa /SMCS

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, inaugurou, na tarde desta terça-feira (28/8), o Ambulatório do Dispositivo Intrauterino (DIU) na Maternidade Bairro Novo. O ambulatório vai prestar o serviço de inserção do dispositivo, contribuindo com as estratégias de planejamento reprodutivo no município.

“Esse ambulatório contribui para o empoderamento da mulher ao oferecer um método contraceptivo de escolha dela, em mais um ponto de Curitiba”, destacou a secretária. O serviço de inserção de DIU atualmente é ofertado nas Unidades de Saúde e a nova sala ambulatorial na Maternidade Bairro Novo reforça esse atendimento.

A secretária ressaltou que ao ofertar mais um local para que as mulheres tenham acesso a um método de contracepção de longa duração e gratuito a rede de saúde também evita a mortalidade infantil. Uma gravidez planejada tende a incluir pré-natal, parto e pós-parto realizados com maior apoio dos serviços à gestante e ao bebê, como o Rede Mãe Curitibana Vale a Vida.

“Isso contribui para uma sociedade mais justa e mais equânime”, completou Márcia Huçulak.

Atendimento

Inicialmente, o serviço será prestado às terças-feiras na Maternidade Bairro Novo, com uma capacidade de até dez atendimentos semanais. A auxiliar de cozinha Simone Santos, 31 anos, foi uma das dez primeiras mulheres a receber o dispositivo, nesta terça-feira (28/8). 

Ela tem dois filhos, de 9 e 2 anos, e havia procurado uma Unidade de Saúde em busca da cirurgia da laqueadura. “Me sugeriram que o DIU seria mais indicado, porque posso usá-lo por até dez anos, e caso, queira ter mais um filho, ainda posso tirá-lo”, conta.

Capacitação

O ambulatório na maternidade também será um centro de capacitação para profissionais de saúde para a inserção do dispositivo. Os primeiros a serem treinados serão enfermeiros e médicos da Maternidade Bairro Novo.

A criação do ambulatório é resultado de uma parceria do Distrito Sanitário Bairro Novo, a Maternidade Bairro Novo, e o Programa Rede Mãe Curitibana Vale a Vida. Os objetivos são a melhoria da qualidade do pré-natal, a garantia do acesso ao parto e o planejamento reprodutivo.

O DIU é um é um método contraceptivo e no Sistema Público de Saúde (SUS) é ofertado na versão de cobre, inserido dentro do útero da mulher e dificulta a mobilidade do esperma dentro do útero.

Presenças

Também estiveram presentes na inauguração vereadores, o coordenador do Rede Mãe Curitibana Vale a Vida, Edvin Javier Boza Jimenez; a supervisora do Distrito Sanitário Bairro Novo, Shunaida Sonobe; a supervisora do Distrito Sanitário Pinheirinho, Leda Albuquerque; a diretora-geral da Fundação Estatal Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes), Adriana Moreira Kraft; a diretora de Atenção à Saúde da Feaes, Tatiane Filipak; a diretora geral da Maternidade Bairro Novo, Edinalva Carvalho; a diretora médica da Maternidade Bairro Novo, Luiza Zapani; o conseleiro do Distrital de Saúde do Bairro Novo, Aparecido Bernardes e o conselheiro do Conselho Municipal da Saúde, José de Souza.


Métodos contraceptivos ofertados pela Secretaria Municipal da Saúde 

Femininos

São opções de contracepção ofertadas gratuitamente: o DIU, o Diafragma, a pílula do dia seguinte, o anticoncepcional hormonal oral, o anticoncepcional hormonal injetável mensal ou trimestral e a laqueadura.

Para verificar qual dos métodos é o mais indicado e qual o encaminhamento para cada caso, a mulher procura a sua Unidade de Saúde de referência para solicitar atendimento.


Masculino

É ofertada a vasectomia, método contraceptivo por procedimento cirúrgico, ofertado dentro dos parâmetros legais e de condições clínicas, após avaliação médica e exames preparatórios. A solicitação pode ser feita na Unidade de Saúde de referência.