Share |

Grupo de voluntários do Hospital do Idoso faz decoração especial para a Copa do Mundo

Postado em Assessoria de Imprensa

Fotos: Anya Colman

Balões, bandeiras, enfeites nas cores verde e amarelo ganharam destaque nos corredores, recepção e unidades de internação do Hospital do Idoso Zilda Arns (Hiza). A decoração especial para a Copa do Mundo foi toda desenvolvida pela equipe de Voluntariado do hospital.

“A Copa sempre traz uma euforia, pensamos em fazer uma decoração que quebrasse o gelo do ambiente hospitalar e contagiasse”, conta a voluntária Sônia Regina Kusma Cardoso. A animação logo se estendeu a funcionários e acompanhantes. “Quando fomos decorar a recepção, todos opinaram e ajudaram com a instalação dos enfeites”, relata a voluntária Eliane Joaquim.

Parte do material foi arrecadada pelos voluntários, que também reutilizaram enfeites de outros anos do próprio hospital. Em frente ao posto de trabalho da assistente-administrativo Ana Maria Ferreira há um painel de bexigas que formam a bandeira do Brasil. Ela conta que várias pessoas param para tirar foto ali. “É uma iniciativa muito importante, ainda mais vinda de voluntários, está maravilhoso”.

A auxiliar de confeitaria Simone Correa aguardava para fazer uma cirurgia e comentou que o ambiente decorado ajudou amenizar a ansiedade. “A decoração chamou a atenção, até esqueci que estava no hospital”, destacou a paciente.

O porteiro do hospital Raimundo Correa disse que a decoração motiva a torcer pelo Brasil, mas pondera que o time precisa melhorar o desempenho em campo. “Está tudo muito bonito, dá uma animada em torcer, só o time que está devendo um futebol melhor”, brinca, referindo-se ao empate em 1 a 1 com a Suiça no jogo de estreia.

 

O programa

O projeto de voluntariado foi lançado em março de 2017 a partir  de demandas identificadas pelo Setor de Serviço Social do Hospital do Idoso para valorizar o relacionamento humano. Foram então abertas inscrições e um processo para selecionar as pessoas que atualmente prestam os serviços como voluntárias no hospital.

A equipe conta atualmente com 80 pessoas, que atuam de segunda a sexta-feira, por quatro horas semanais nas funções de voluntário acolhedor, visita solidária, capelania e acompanhante solidário de pacientes.

Os voluntários participam de um treinamento para conhecer a instituição, sua história, normas, rotinas e procedimentos. Os novos voluntários são acompanhados por um “padrinho”, um voluntário mais experiente, até que se sintam habilitados a atuarem sozinhos.

Periodicamente são abertos processos de seleção para novos candidatos. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..