Congresso discute atenção domiciliar na rede pública de saúde

Postado em Assessoria de Imprensa

Logo congresso pequena
A Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes) promoverá, entre os dias 18 e 20 de setembro, II Congresso Sul Brasileiro de Atenção Domiciliar e o III Encontro de Atenção Domiciliar da Região Sul do Brasil. São esperados cerca de 400 participantes entre profissionais e estudantes.

Segundo o idealizador do evento, Altair Damas Rossato, haverá a participação dos principais representantes da atenção domiciliar na rede pública de saúde do sul do país. “As discussões e a troca de experiências serão uma grande oportunidade para a capacitação profissional e o fortalecimento da estratégia de desospitalização”.

A partir do tema central A integralidade do cuidado na atenção domiciliar, os trabalhos abordarão a consolidação da prática assistencial em domicílio e a integralidade com hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Na quinta-feira (18), a partir das 8h30, o encontro regional reunirá gestores para apresentar as características do serviço na rede pública de saúde dos municípios de Palotina, Londrina e Cascavel (PR), Blumenau (SC), Bento Gonçalves e Pelotas (RS). Haverá também uma discussão sobre judicialização no atendimento – ou seja, quando os pacientes buscam o Poder Judiciário para garantir o direito à saúde.

A abertura do II Congresso Sul Brasileiro de Atenção Domiciliar será às 13h30 e na sequência haverá a realização da conferência magna Programa Melhor em Casa - Sul do Brasil, que tratará do serviço na região, peculiaridades, desafios e pontos fortes.  

Além das mesas redondas e conferências, a programação contará com atividades práticas em quatro diferentes cursos: Manejo de feridas; Ventilação mecânica; Uso de dietas enterais e Fragilidade no idoso. Todos acontecem na sexta-feira (19), no período da manhã.

No sábado (20), das 8h30 às 12h30, a programação contempla sete oficinas. “Propusemos práticas para diversas áreas da saúde, tornando a abordagem multiprofissional”, explica a fisioterapeuta e coordenadora da Comissão Organizadora, Talita Ferreira Turatti do Carvalhal.

A oficina de intercorrências agudas, por exemplo, é voltada a todas as áreas e tem como objetivo abordar o primeiro atendimento em casos de Acidente Vascular Encefálico, Infarto Agudo do Miocárdio, entre outras enfermidades.

Melhor em Casa

O Melhor em Casa é um programa do governo federal que atende em domicílio pessoas com necessidade de reabilitação, dificuldade ou impossibilidade física de locomoção até uma Unidade de Saúde e que necessitem de maior frequência de cuidado, recursos de saúde e acompanhamento contínuo, além de pacientes crônicos sem agravamento ou em pós-cirurgia, com garantia de continuidade de cuidados e de forma integrada aos serviços de saúde.

Em Curitiba, o Melhor em Casa foi implantado há 2 anos. “É algo relativamente recente em todo o país. Por isso, precisamos fortalecer a articulação do serviço com os vários pontos de atendimento da rede pública”, afirma Talita.

Na capital paranaense, o programa Melhor em Casa é gerenciado pela Feaes e conta com dez equipes multiprofissionais formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos, administrativos e fonoaudióloga. Eles são responsáveis pelo atendimento de cerca de 500 pacientes em toda cidade. O encaminhamento é feito por Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).


II Congresso Sul Brasileiro de Atenção Domiciliar e III Encontro de Atenção Domiciliar da Região Sul do Brasil

Data: 18, 19 e 20 de setembro;

Local: Unibrasil - Rua Konrad Adenauer, 442 - Tarumã;

Inscrições: www.feaes.curitiba.pr.gov.br;

Investimento: R$ 120 (até 18/08); R$ 140 (até 17/09) e R$ 160 (no dia). Estudantes de graduação pagam metade.

Informações: Tel.: (41) 3316-5961 e 3316-5966 ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.